O que é low carb? O que é, como fazer? Emagrecendo com Saúde

Low carb é uma expressão utilizada para designar planos alimentares com restrição alta de carboidratos.

Assim, os adeptos do low carb diminuem a ingestão de qualquer alimento rico em açúcares e carboidratos como pães, macarrão, doces, farinhas e etc…

Em contrapartida, o consumo de proteínas e gorduras boas é aumentado no dia a dia, visando a obtenção dos benefícios desses grupos, principalmente para o emagrecimento saudável.

Benefícios da dieta low carb
Perda de peso
Risco reduzido de doença cardíaca
Níveis reduzidos de açúcar no sangue
Níveis de energia aumentados
Foco mental aprimorado
Níveis de colesterol melhorados

O segredo para uma low carb bem sucedida é um só: restringir carboidratos, aumentar as proteínas e consumir gorduras boas sem exagero.

Então, a low carb é uma dieta considerada saudável, principalmente para os diabéticos e pessoas que estão acima do peso.

Contudo, para que ela seja feita de maneira segura é preciso considerar as características fisiológicas e marcadores bioquímicos de cada pessoa.

Pois a low carb não é indicada para qualquer pessoa, alguns grupos não devem se submeter a este estilo de alimentação.


Low Carb na prática

como escolher carboidratos low carb

A low carb prioriza a ingestão de frutas todos os dias, com destaque para as que possuem baixo teor de frutose, além de vegetais e leguminosas.

Esses grupos além de possuírem nutrientes saudáveis como antioxidantes, minerais e vitaminas, proporcionam benefícios para o corpo.

Além disso, as proteínas consideradas magras como carne de frango, peixes, bovina magra e os ovos são indispensáveis para uma low carb completa. 

Na low carb exclui-se qualquer alimento que possa fazer mal para a saúde como os alimentos ricos em gorduras trans ou saturadas como bacon, batata frita, biscoitos recheados, sorvetes e fast foods.

O consumo de bebida alcoólica também deve ser evitado, onde os vinhos são as únicas exceções, desde que em pequenas doses.

Ao final, a low carb promoverá muitos benefícios para os adeptos, principalmente o emagrecimento saudável.

Veja agora, os principais benefícios atribuídos à dieta low carb.


Benefícios da low carb 

Controle da ansiedade 

O aumento da ingestão de alimentos ricos em fibras, proteínas e gorduras promove maior controle de apetite.

ansiedade 3

Assim, a ansiedade e a compulsão alimentar são evitadas, o que causa a diminuição da ansiedade e evita o chamado efeito platô.


Diminuição do colesterol ruim 

Os alimentos ricos em gorduras insaturadas, as gorduras boas, tem o consumo permitido diariamente na low carb.

Esses alimentos conseguem diminuir o colesterol LDL (ruim) ao mesmo tempo em que aumentam o colesterol HDL (bom).

O controle do colesterol promovido pela low carb evita o risco de infartos, derrames e aterosclerose, doenças com alta taxa de mortalidade no mundo todo.


Tratamento do diabetes

A low carb é uma das opções disponíveis para aqueles que precisam do controle da diabetes de forma mais rápida.

Como os alimentos ricos em carboidratos são proibidos, a glicose sanguínea não aumenta de maneira tão rápida, e a tendência é que esses níveis diminuam à medida que a low carb avance.

Manutenção da saúde intestinal

A low carb oferece subsídios essenciais para uma boa saúde do sistema digestório, sobretudo dos intestinos.

As fibras regulam o trânsito da região, aumentam a população de bactérias benéficas na microbiota, o que evita inflamações, infecções e doenças como Chron, disbiose e constipação.


Emagrecimento

Este é um dos primeiros principais benefícios que tem feito as pessoas optarem pela low carb atualmente: o emagrecimento.

Os carboidratos possuem bastante valor calórico e quando param de ser consumidos, a ingestão energética diária cai drasticamente.

O resultado é perda de peso, em alguns casos as pessoas perdem mais de 2 quilos por semana. Todavia, isso só ocorre quando a low carb é feita de maneira segura.

BenefícioDescrição
Fome reduzidaUma dieta pobre em carboidratos pode ajudar a reduzir a fome e o desejo por comida, levando a uma redução natural na ingestão de calorias.
Aumento da queima de gorduraFoi demonstrado que uma dieta pobre em carboidratos aumenta a queima de gordura e promove a perda de peso.
ConsistênciaÉ uma dieta simples e sustentável, fácil de seguir e manter a longo prazo.
Marcadores de saúde aprimoradosUma dieta pobre em carboidratos pode melhorar muitos fatores de risco para doenças, incluindo açúcar no sangue, colesterol e pressão arterial.
Diminuição dos níveis de insulinaAo reduzir a quantidade de carboidratos que você come, você pode ajudar a diminuir seus níveis de insulina e reduzir o risco de diabetes tipo 2.


Diminuição do inchaço e retenção hídrica

A low carb é rica em água, já que frutas, legumes possuem grandes quantidades da substância, o que é útil para acabar com a retenção de líquidos.

Além disso, o potássio e o magnésio contidos em alguns alimentos estimulam a produção de urina, eliminando o excesso de água pelo corpo.

Entretanto, os benefícios da low carb devem ser atingidos somente com uma dieta bem estruturada e personalizada, que só é obtida com a ajuda de uma nutricionista.


A dieta low carb é segura?

Sim. Contudo, como toda dieta ou reeducação alimentar, a low carb deve ser feita sob a orientação e o acompanhamento de profissionais.

Nutricionistas, nutrólogos, endocrinologistas e clínicos gerais são os mais indicados.



Como fazer a low carb do jeito correto 

Primeiramente deve-se retirar da alimentação os carboidratos simples, ou seja, aqueles que são ricos em farinhas e açúcar.

O consumo de arroz e macarrão integral é permitido, porém em quantidades mínimas diariamente.

Como regra, o consumo de carboidratos diários na low carb não pode ultrapassar 40% da composição alimentar no dia, qualquer valor acima deste percentual já invalida a condição de low carb.

Vale informar que nos primeiros dias de low carb é comum o aparecimento de sintomas ligados a privação de carboidratos como:

Contudo, isso só ocorre no período de adaptação, que em geral leva de 3 a 7 dias. Assim, conforme você for se adaptando a dieta, tais sintomas cessam por completo.

Um bom exemplo de uma low carb eficiente é compor sua alimentação diária baseada em 5 refeições principais que compreendem:

  1. Café da manhã;
  2. Almoço;
  3. Lanche da tarde;
  4. Jantar;
  5. Ceia.

No café da manhã e lanche da tarde deve-se incluir alimentos como ovos, queijos, abacate, coco, castanhas e patês à base de ricota ou frango.

Contudo, no almoço e jantar, o consumo de saladas de folhas cruas deve ser aumentado, assim como a porção de proteínas e legumes ricos em água.

Arroz, macarrão, feijão, batatas, inhame e mandioca podem ser consumidos, desde que em quantidades mínimas, sendo a menor porção do prato.

Para ajudar a entender os alimentos permitidos e proibidos na low carb, veja a seguir uma lista completa.


Low Carb: O que pode comer 

Frutas

frutas 3

Todas as frutas são permitidas, contudo, você deve preferir as frutas com casca, como maçã, pera, ameixa e goiaba.

Vegetais 

Todos os vegetais são permitidos, principalmente os folhosos que são consumidos crus e aqueles que não precisam de cozimento.

Proteínas magras 

Neste grupo estão inclusos carne de frango, carne bovina, carne de peru, peixes e ovos, a soja também é permitida.

Quanto aos peixes, qualquer tipo pode ser ingerido optando pelos ricos em ômega 3 como salmão, truta, atum e sardinha.

Leite e derivados 

São permitidos, entretanto, evite alimentos derivados do leite que contenham química industrial, como os iogurtes de sabor.

Gorduras insaturadas 

Aqui estão inclusos azeite extra-virgem, óleo de coco e manteiga. Já as opções de frutos incluem as oleaginosas, como nozes, castanhas, amendoim e amêndoas.

Sementes

As sementes são ricas em fibra, portanto, todas elas são permitidas. Destaque para chia, linhaça, gergelim ou semente de abóbora.

Bebidas sem açúcar 

As bebidas sem açúcar são válidas, como sucos naturais, chás e cafés. É importante também atingir a cota mínima de consumo de água, que varia de 35 a 50 mls por quilo corporal no dia.


Alimentos proibidos na low carb

Açúcares

Refrigerantes, sucos industrializados, doces, chocolate  e sobremesas.

Cereais simples 

Arroz branco, farofa, macarrão branco, cuscuz, angu e farinha de milho.

Farinhas 

Farinha de trigo, tapioca, amido de milho, farinha de arroz, farinha de aveia e alimentos preparados com qualquer um destes alimentos.


Conclusão

A low carb é uma ótima opção para quem precisa emagrecer e manter a saúde sem riscos. 

Contudo, para obter os benefícios da low carb é necessário excluir o carboidrato simples do dia a dia.

Para fazer uma low carb bem sucedida e atingir seus objetivos é necessário principalmente de acompanhamento nutricional constante.

Renato Fernandes da Silva

CRN9 22289

Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica, Metabolismo, Terapia e Prática Nutricional.

Atua como nutricionista clínico a 3 anos e meio em consultório particular, na cidade de São Lourenço, sul de Minas Gerais.

Paralelo a sua profissão principal, é produtor de conteúdo para sites e blogs especializados em saúde, medicina e nutrição onde já presta serviços como redator e copywriter a 1 ano.

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Renato Fernandes da Silva

Renato Fernandes da Silva

CRN9 22289

Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica, Metabolismo, Terapia e Prática Nutricional.

Atua como nutricionista clínico a 3 anos e meio em consultório particular, na cidade de São Lourenço, sul de Minas Gerais.

Paralelo a sua profissão principal, é produtor de conteúdo para sites e blogs especializados em saúde, medicina e nutrição onde já presta serviços como redator e copywriter a 1 ano.

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

Como evitar queloides

Como evitar queloides?

Queloides são crescimentos dérmicos benignos que surgem através da cicatrização anormal de feridas em resposta a traumas ou inflamações anteriores da pele.  O desenvolvimento de

Continue Lendo
Pupila Dilatada

O que é Pupila Dilatada? Entenda!

A pupila, uma estrutura de grande importância em nosso sistema visual, apresenta complexidade em sua constituição. Seu tamanho varia em resposta a três categorias distintas

Continue Lendo
categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail