Acne de grau 5 (Acne Fulminante) – Aprenda mais

  • Acne grau V é a forma mais grave de acne, também conhecida como acne fulminante.
  • É caracterizada por erupções grandes e dolorosas que podem deixar cistos inflamados, nódulos e cicatrizes profundas na pele.
  • Os tratamentos comuns para acne grau V incluem antibióticos, tratamentos hormonais, tratamentos tópicos e peelings químicos.

A ACNE é um processo inflamatório da pele que se manifesta quando as glândulas sebáceas ficam obstruídas com pele morta e oleosidade.

Devido a essa obstrução, não é possível então eliminar impurezas, e a pele acaba se tornando foco para bactérias e ainda mais oleosidade. Isso resulta em espinhas e cravos, característicos da acne.

A acne é desencadeada pela bactéria Cutibacterium acnes na adolescência, sob a influência da dehidroepiandrosterona circulante normal (DHEA), um hormônio esteroide abundante na circulação sanguínea.

A acne é muito comum na face, mas também pode ocorrer na parte superior dos braços, tronco ou nas costas. É agravada também pela Propionibacterium acnes, juntamente com inflamação.

A acne costuma surgir no período da adolescência, persistindo até os trinta e poucos anos, geralmente afetando mais os homens do que as mulheres.

As populações urbanas são mais afetadas do que as populações rurais. 

As causas da acne incluem: exposição ao excesso de luz solar; uso de medicamentos como lítio, esteróides e anticonvulsivantes; distúrbios endócrinos como síndrome do ovário policístico e gravidez; e fatores genéticos, visto que as estimativas de herdabilidade variam entre 50-90%.

Alguns fatores que podem agravar a acne são: alimentos com alto índice glicêmico; cosméticos à base de óleo e massagem facial; transtornos de ansiedade e raiva severas devido ao estímulo dos hormônios do estresse.

A acne pode se manifestar em vários tipos, conforme a gravidade das lesões que a pele apresenta.

Os tipos de acnes são:

  • Grau 1 (comedônica): as quais são apenas os comedões ou cravos, sem lesões inflamatórias.
  • Grau 2 (pápulo-pustulosa): esse grau já se apresenta com cravos e espinhas pequenas (pápulas com eritema), possuindo características de inflamação.
  • Grau 3 (nódulo-cística): nesse grau, observam-se pústulas e cistos.
  • Grau 4 (conglobata): além dos comedões, pústulas e cistos, esse grau é caracterizado por lesões com pus, levando à formação de abcessos e fístulas na pele.
  • Grau 5 (fulminans): chamada de acne fulminante, esse grau é uma forma rara de acne e a seguir falaremos mais especificamente sobre essa condição. 

O que é acne de grau 5?

Acne grau 5, conhecida como acne fulminante, é uma doença cutânea rara que se manifesta como acne aguda, dolorosa, ulcerativa e hemorrágica. A sua etiologia ainda não é bem compreendida.

Esse tipo raro de acne pode ser desencadeado pelo uso de altas doses de isotretinoína ao iniciar o tratamento para acne grave.

Níveis elevados de testosterona também podem ter influência no surgimento da acne de grau 5.

Além disso. os esteróides anabolizantes podem aumentar os níveis de sebo e a densidade de Propionibacterium acnes, por isso que fisiculturistas usuários de esteróides anabolizantes tendem a desenvolver acne fulminante em um tempo muito curto. 

Acne de Grau V
A acne de grau V é a forma mais grave de acne.
É caracterizada por nódulos e cistos grandes e firmes que afetam toda a face e, às vezes, outras áreas do corpo. Esses nódulos e cistos costumam ser dolorosos e podem causar cicatrizes.
O tratamento geralmente envolve uma combinação de medicamentos tópicos, antibióticos orais e isotretinoína.

Quais são os sintomas da acne de grau 5?

Geralmente, a acne de grau 5 tem um início muito súbito, sendo ulcerativa. É comum os pacientes com acne fulminante sentirem febre e dor nas articulações.

febre 5

Normalmente, eles se queixam de que os antibióticos convencionais usados ​​para tratar a acne não funcionam mais. Os pacientes, então, já tiveram acne no passado.

A acne fulminante é parecida com a acne conglobata (grau 4), com numerosos nódulos inflamatórios no tronco, que geralmente são dolorosos ao toque, ulcerados, hemorrágicos e cobertos por crostas.

No entanto, ao contrário da acne conglobata, a acne fulminante apresenta-se com cistos e lesões agudamente inflamadas.

Devido às dores ósseas e articulares, os pacientes com acne fulminante podem apresentar uma postura encurvada e a artralgia inflamatória costuma afetar mais de uma articulação, normalmente sendo os joelhos, quadris e pelve.

Como é diagnosticada a acne de grau 5?

O diagnóstico considera o aspecto das lesões e o histórico do paciente. Além disso, pode ser necessário realizar exame de sangue para analisar a contagem completa de células sanguíneas.

O exame pode indicar contagem elevada de glóbulos brancos com uma grande porcentagem de neutrófilos. A proteína C-reativa pode estar elevada.

Devido às dores ósseas e articulares, o médico poderá ainda solicitar exames de imagem. É importante estabelecer o diagnóstico diferencial com outras condições que causam pápulas, pústulas, bem como dores nos ossos e nas articulações.

No estágio inicial da acne fulminante, o exame de radiografia mostra apenas alterações reativas. A cintilografia óssea pode mostrar múltiplas áreas de captação aumentada. As lesões costumam se assemelhar a osteomielite aguda. 

Como é realizado o tratamento da acne de grau 5?

O tratamento ocorre através da combinação de corticosteroides e isotretinoína. 

Os corticosteroides orais devem ser iniciados em altas doses por, pelo menos, duas semanas até que as lesões cicatrizem. Após isso, o tratamento com isotretinoína pode então ser iniciado.

Se não houver melhora notável, deve-se manter a dose de isotretinoína por mais quatro semanas, e as doses de corticosteroides devem sofrer redução gradual.

O tratamento com isotretinoína costuma durar vários meses, já que a dose inicial é baixa.

O uso adicional de corticosteroides tópicos de alta potência pode ajudar a produzir uma resposta mais rápida. Quando a cicatrização ocorre, as lesões tornam-se menores e menos sensíveis, manifestando uma reação inflamatória menor.

TratamentoDescrição
Retinóides tópicosMedicamento aplicado na pele que ajuda a desobstruir os poros e reduzir a inflamação.
Antibióticos tópicosAntibióticos aplicados diretamente na pele para reduzir o número de bactérias causadoras de acne.
Antibióticos oraisAntibióticos tomados por via oral para reduzir o número de bactérias causadoras de acne.
Isotretinoína (Accutane)Um medicamento poderoso e altamente eficaz tomado por via oral para reduzir a produção de óleo, desobstruir os poros e reduzir a inflamação.
Terapias hormonaisMedicamentos que podem ajudar a regular os hormônios responsáveis pela acne.

Outros tratamentos também são eficazes para a acne fulminante. O laser de corante pulsado já demostrou eficácia moderada.

Além disso, o uso de dapsona pode ajudar no alívio dos sintomas de acne fulminante em pacientes com colite ulcerativa. A combinação de dapsona com prednisona também já demonstrou resultados satisfatórios.

É importante destacar que mulheres que fazem tratamento com isotretinoína para acne fulminante devem evitar engravidar por, pelo menos, um mês após a interrupção do medicamento.

Nunca se automedique e nem interrompa as medicações sem antes consultar o seu médico. É sempre indicado consultar um dermatologista para fazer o tratamento correto e, dessa forma, ter resultados positivos.


Perguntas frequentes sobre Acne

O que causa acne?

A acne é causada por uma combinação de fatores, como hormônios, genética e bactérias.

Como posso tratar a acne naturalmente?

Existem vários remédios naturais que podem ajudar a reduzir a aparência da acne, como a aplicação de óleo de árvore de chá e máscaras de mel, o uso de suplementos de zinco e o consumo de alimentos ricos em vitaminas A, B e C.

Quais são os melhores produtos para pele com tendência acneica?

Os produtos que contêm ácido salicílico, peróxido de benzoíla e ingredientes naturais, como óleo de árvore de chá, são normalmente os mais benéficos para a pele propensa a acne.

Como posso evitar que a acne volte?

Para prevenir que a acne volte, é importante manter a pele limpa e hidratada, evitar tocar ou apertar a acne e usar produtos projetados para pele propensa à acne.

A dieta desempenha algum papel na acne?

A dieta desempenha um papel na acne, pois certos alimentos podem aumentar a inflamação no corpo. É melhor evitar alimentos processados, produtos lácteos e alimentos ricos em açúcar e gordura.

O estresse causa acne?

O estresse pode causar surtos de acne, pois aumenta a produção de hormônios como o cortisol, que podem estimular a produção de óleo na pele, levando a poros entupidos.

Referências

SUTARIA, A. H.; MASOOD, S.; SCHLESSINGER, J. Acne Vulgaris. National Library of Medicine, StatPearls, 2022.

ZITO, P. M.; BADRI, T. Acne Fulminans. National Library of Medicine, StatPearls, 2022.

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521.
Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM). Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês (SP).
Fellow em Tricologias, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).
Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA (Principles and Practice of Clinical Research).

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Dra. Juliana Toma

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521.
Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM). Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês (SP).
Fellow em Tricologias, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).
Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA (Principles and Practice of Clinical Research).

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

Como evitar queloides

Como evitar queloides?

Queloides são crescimentos dérmicos benignos que surgem através da cicatrização anormal de feridas em resposta a traumas ou inflamações anteriores da pele.  O desenvolvimento de

Continue Lendo
Pupila Dilatada

O que é Pupila Dilatada? Entenda!

A pupila, uma estrutura de grande importância em nosso sistema visual, apresenta complexidade em sua constituição. Seu tamanho varia em resposta a três categorias distintas

Continue Lendo
categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail