Dor na barriga como se fosse cólica – O que pode ser?

Apesar de somente as mulheres entenderem o que é realmente a dor de cólica, algumas condições fazem com que tenhamos uma dor na barriga muito parecida com a dor do ciclo menstrual.

No entanto, a dor na barriga come se fosse cólica pode ser sinal de diversos problemas, apesar de, na maioria das vezes, não indicar nenhuma doença séria. Por isso, o diagnóstico correto necessita de um conhecimento mais aprofundado sobre os sintomas e o histórico do paciente.

Confira abaixo o que a dor de barriga como se fosse cólica pode ser:

Intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar tem como sintomas, além da dor de barriga como se fosse cólica, calafrios e febre. Além disso, o paciente pode ter diarreia frequente, ânsia e vómito.

Ela pode ser causada por fungos, bactérias ou vírus ingeridos junto com os alimentos. Felizmente, os sintomas da intoxicação passam dentro de alguns dias. Se necessário, o paciente poderá tomar soro fisiológico associado a medicamentos para repor os nutrientes perdidos.

Gatroenterite

Essa inflamação causa dor na região do estômago como se fosse cólica. A área também fica inchada, com gases. Se junto com esses sintomas, o paciente tiver diarreia, a causa provavelmente é gastroenterite.

Cálculo biliar

Os cálculos biliares são depósitos de material sólido (principalmente cristais de colesterol) na vesícula biliar. Portanto, essa doença costuma afetar principalmente quem apresenta altos níveis de colesterol. Nesse caso, os sintomas são dor de barriga no meio do estômago associada a dores nas costas.

Apendicite

É a inflamação do apêndice que ocorre quando esse órgão fica obstruído por fezes. Essa doença causa dor na parte inferior direita do estômago, febre, náuseas e vômitos.

Colecistite (ou pedras na vesícula)

A simples presença de pedras na vesícula, chamada de colelitíase, não costuma causar sintomas. No entanto, se as pedras na vesícula obstruírem o ducto de drenagem da vesícula biliar, o paciente sentirá dores muito fortes na barriga, como se fossem cólicas. Se o ducto ficar obstruído por muito tempo, ocorre a inflamação da vesícula, chamada de colecistite.

Infecção intestinal e diarreia

As infecções intestinais, sejam elas de origem bacteriana ou viral, são causas comuns de dor abdominal. A manifestação mais comum é uma cólica abdominal associado a diarreia e/ou vômitos.


Quando pode ser grave?

Apesar de dores de barriga como se fossem cólicas serem bastante doloridas, outros sinais associados a ela podem indicar que há algo grave acontecendo. Esses sintomas em conjunto podem indicar doenças preocupantes, como inflamações ou infecções. Alguns desses sintomas são:

Além desses sintomas, a dor abdominal como se fosse cólica e dura muitas horas, ou que acontece muitas vezes ao dia, ou ainda que é muito intensa ou incapacitante, também podem indicar algum problema mais grave.


Como a dor abdominal é diagnosticada?

Para fazer o diagnóstico correto de qual o seu problema, o médico irá realizar exame físico. Além de procurar a localização exata da dor, também é importante avaliar outras características como a duração e intensidade dessa dor, qual o tipo dela (queimação, cólica, pontada, pressão etc.).

É importante que o médico verifique também quais os sintomas associados.

Além do exame físico, o médico poderá solicitar alguns exames, como:


Como é feito o tratamento?

O tratamento da dor na barriga que parece cólica irá depender do diagnóstico final. Alguns dos medicamentos mais utilizados para tratar problemas leves são:

  • Antiácidos (como Omeprazol e o ENO): utilizados em casos de dor na região do estômago causado pela má digestão, refluxo ou gastrite;
  • Laxantes (como lactulose ou Lacto-purga): aumentam o ritmo intestinal para tratar a prisão de ventre;
  • Antiflatulentos ou antiespasmódicos (como a dimeticona ou Lactosil): aliviam a dor causada pelo excesso de gases ou diarreia;
  • Antibióticos (como a penicilina): utilizados no tratamento de infecções na bexiga ou no estômago.

Casos mais graves, como aqueles em que há infecção ou inflamação de um órgão, pode ser recomendado fazer cirurgia para tratar ou retirar o órgão afetado. Exemplos de problemas nos quais, as vezes, a cirurgia é necessária são a apendicite ou a inflamação da vesícula.

Em alguns casos, o médico pode recomendar mudanças na dieta, principalmente para evitar o consumo de alimentos gordurosos e açucarados.

Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento.

Como você pode notar, diversas doenças podem se parecer com dores de cólica menstrual. Por isso, é fundamental ficar atenta aos sintomas e procurar um médico o quanto antes para o diagnóstico correto.

Dra. Celia Yunes Portiolli

CRM-SP 27971 / RQE 5148 – 19469 Médica Pediatra e Especialista em Acupuntura Área de Atuação em Dor pela AMB (Associação Médica Brasileira), Coordenadora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa Médica colaboradora do Ambulatório de Acupuntura do Centro de Dor da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Dra. Celia Yunes Portiolli

Dra. Celia Yunes Portiolli

CRM-SP 27971 / RQE 5148 – 19469 Médica Pediatra e Especialista em Acupuntura Área de Atuação em Dor pela AMB (Associação Médica Brasileira), Coordenadora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa Médica colaboradora do Ambulatório de Acupuntura do Centro de Dor da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail