Lipoescultura

lipoescultura

O procedimento estético-cirúrgico de lipoescultura tem como objetivo remover e reposicionar gordura em áreas estratégicas do corpo, com o intuito de aperfeiçoar o contorno corporal e proporcionar uma estética mais bonita.

É diferente da lipoaspiração, pois não se trata de uma cirurgia que visa à perda de gordura localizada, mas a melhoria do contorno corporal.

É recomendado para pacientes que desejam aproveitar a gordura de uma região do corpo que não responde às tentativas mais convencionais de emagrecimento.

Os benefícios da lipoescultura incluem:

  • Redução de gordura em áreas localizadas
  • Contorno corporal melhorado
  • Melhora na aparência estética
  • Resultado de longa duração

A lipoescultura é um procedimento cirúrgico muito eficaz para contornar e modelar o corpo, proporcionando um resultado estético satisfatório. Cerca de 15% da gordura é reabsorvida após o procedimento, e o restante mantém resultado ao longo do tempo.

ProcedimentoDescrição
LipoesculturaRemoção de gordura de uma área para enxertar noutra. Enxertia feita com cânulas finas. Anestesia aplicada.
Reabsorção15% da gordura reabsorve-se. Restante mantém resultado a longo prazo.

Quais são as principais vantagens da lipoescultura?

lipoescultura

O termo lipoescultura não é muito bem definido tecnicamente.

Na prática, tem sido utilizado para denominar um procedimento de lipoaspiração em que a prioridade não é retirar o máximo de gordura de uma região, e sim corrigir deformidades de contorno, inclusive com a possibilidade da lipoenxertia (injetar parte da gordura retirada em outra posição, para aumentar volume ou preencher depressões).

É geralmente indicado para culotes e glúteos, mas pode ser feito até na face.

Quais são os riscos mais comuns associados à lipoescultura?

Os mesmos que temos em uma lipoaspiração. Em uma paciente saudável, com uma equipe capacitada e em um ambiente adequado (sala de cirurgia), os riscos são pequenos.

Quais são os fatores que influenciam o resultado da lipoescultura?

O principal fator de sucesso é, simplesmente, o capricho do cirurgião.

Equipamentos podem facilitar o procedimento, e até ajudar no resultado, mas não fazem a diferença sozinhos.

Qualidade da pele da paciente, cuidados no pós-operatório (repouso, uso de cintas, drenagem linfática, etc.) também podem influenciar, mas tudo começa na hora da cirurgia, com o capricho e a mão do cirurgião.

Quais são os cuidados pré e pós-operatórios para lipoescultura?

pos cuidados lipoescultura

Começa com uma boa consulta com o médico, avaliando indicação, limites e outros detalhes do procedimento. Isto só pode ser feito em uma consulta presencial, com um bom exame físico.

Os exames necessários no pré-operatório vão depender da idade e da condição de saúde da paciente. Estes critérios estão estabelecidos, e não são diferentes do que se faz em qualquer cirurgia de médio ou grande porte.

Aliás, é importante frisar que uma Lipoescultura, como qualquer tipo de lipoaspiração, é um procedimento cirúrgico, e deve ser encarado desta forma. Sobre o pós-operatório, já falei acima.

Quanto tempo dura o procedimento de lipoescultura?

Esta é uma pergunta difícil de responder. Não há um procedimento padronizado, podem ser abordadas diversas áreas, com volumes de gordura que vão variar de caso para caso, além das preferências e rotinas de cada cirurgião.

Pode durar uma hora, mas pode levar até quatro ou cinco.

Quais são as condições necessárias para realizar uma lipoescultura?

Ter uma boa indicação, exames pré-operatórios normais, uma boa equipe cirúrgica e um local adequado para a realização do procedimento.

Prof. Dr. Eduardo Costa Teixeira

Prof. Titular do Departamento de Cirurgia Geral e Especializada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Membro do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Gaffree Guinle
Coordenador da Pós-graduaçāo em Cirurgia Plástica da EnsinE
Mestre em Cirurgia pela UFF
Doutor em Cirurgia pela UFRJ
Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Plástica - CBCP

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Prof. Dr. Eduardo Costa Teixeira

Prof. Dr. Eduardo Costa Teixeira

Prof. Titular do Departamento de Cirurgia Geral e Especializada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Membro do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Gaffree Guinle
Coordenador da Pós-graduaçāo em Cirurgia Plástica da EnsinE
Mestre em Cirurgia pela UFF
Doutor em Cirurgia pela UFRJ
Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Plástica - CBCP

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

Como evitar queloides

Como evitar queloides?

Queloides são crescimentos dérmicos benignos que surgem através da cicatrização anormal de feridas em resposta a traumas ou inflamações anteriores da pele.  O desenvolvimento de

Continue Lendo
Pupila Dilatada

O que é Pupila Dilatada? Entenda!

A pupila, uma estrutura de grande importância em nosso sistema visual, apresenta complexidade em sua constituição. Seu tamanho varia em resposta a três categorias distintas

Continue Lendo
categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail