Creatina causa queda de cabelo (calvície)?

creatina queda de cabelo

Recentemente, muito se questiona quanto o uso de suplementação de creatina e a queda de cabelo.

A suplementação com creatina é muito popular entre atletas e esportistas para melhora da performance, ganho de massa muscular, desempenho e recuperação (recovery). Evidências de revisões de literatura também encontraram que a suplementação de creatina pode produzir uma variedade de efeitos benéficos em populações mais velhas e de pacientes.

Novos estudos mostram que a suplementação de creatina é relativamente bem tolerada, principalmente quando utilizada nas dosagens recomendadas (ou seja, 3-5 g/dia ou 0,1 g/kg de massa corporal/dia).

Neste artigo, discutiremos a possível ligação entre creatina, queda de cabelo e os fatores subjacentes de queda de cabelo em homens.

Resumo: Creatina não causa queda de cabelos

Suplementos de creatina, assim como proteínas em pó (whey protein), não causam queda de cabelo diretamente.

No entanto, pode existir uma possível ligação indireta entre o uso destes suplementos e a perda de cabelo em certas pessoas que já tenham predisposição genética à desenvolver alopecia androgênica.

Compreendendo a queda de cabelo de padrão masculino

creatina alopecia androgenetica queda de cabelos

A calvície de padrão masculino, também conhecida como alopecia androgênica, é uma condição genética causada pela interação entre genes e hormônios.

A testosterona, um hormônio presente no corpo, é convertida em dihidrotestosterona (DHT) pela enzima 5-alfa redutase.

Em pessoas com predisposição genética à queda de cabelo, altos níveis de DHT podem fazer com que o cabelo fique mais fino e caia.

O papel da creatina neste processo

Quando as pessoas se exercitam e consomem suplementos como creatina ou proteína em pó, eles fornecem aos músculos os nutrientes necessários para construir mais massa muscular.

À medida que a massa muscular aumenta, os níveis de testosterona no corpo também aumentam. Esse aumento na testosterona pode levar a uma maior conversão de testosterona em DHT, com possibilidade de exacerbar a perda de cabelo em pessoas com predisposição genética.

É importante reforçar que nem todo mundo que treina e apresenta aumento dos níveis de testosterona vai sofrer com quedas de cabelo. O fator-chave para determinar se a perda de cabelo ocorre é a composição genética do indivíduo.

Estudos Médicos

Resumo de estudos: suplementação de creatina e queda/calvície de cabelo

A preocupação sobre a relação entre suplementação de creatina e perda de cabelo/calvície origina-se principalmente de um único estudo de van der Merwe et al[1]Van der Merwe J, Brooks NE, Myburgh KH. Three weeks of creatine monohydrate supplementation affects dihydrotestosterone to testosterone ratio in college-aged rugby players. Clinical Journal of Sport … Continue reading. Neste estudo, jogadores masculinos de rúgbi que suplementaram com creatina apresentaram um aumento nas concentrações séricas de di-hidrotestosterona (DHT). Como as mudanças nos níveis de DHT foram associadas a alguns casos de perda de cabelo/calvície, a teoria de que a suplementação de creatina leva à perda de cabelo ganhou força. No entanto, é essencial observar que os resultados deste estudo não foram replicados, e o próprio exercício intenso de resistência pode causar aumentos nos hormônios androgênicos.

DHT é um metabólito da testosterona produzido quando a enzima 5-alfa-redutase converte a testosterona livre em DHT. Nos homens, o DHT pode se ligar aos receptores de andrógenos nos folículos pilosos suscetíveis, fazendo-os encolher e levando à queda de cabelo. No entanto, no estudo de van der Merwe et al., nenhum aumento na testosterona total foi encontrado e a testosterona livre não foi medida. Além disso, o aumento de DHT e a relação DHT:testosterona permaneceram dentro dos limites clínicos normais.

Doze outros estudos investigaram os efeitos da suplementação de creatina na testosterona, com apenas dois relatando aumentos pequenos e fisiologicamente insignificantes na testosterona total. Os dez estudos restantes não relataram nenhuma mudança nas concentrações de testosterona. Em cinco desses estudos, a testosterona livre também foi medida e nenhum aumento foi encontrado.[2]Antonio J, Candow DG, Forbes SC, Gualano B, Jagim AR, Kreider RB, Rawson ES, Smith-Ryan AE, VanDusseldorp TA, Willoughby DS, Ziegenfuss TN. Common questions and misconceptions about creatine … Continue reading

Até o momento, não temos estudos mostrando perda capilar ou agravamento da calvície em usuários de creatina. O que temos são indícios de aumento do DHT em um pequeno grupo de jovens atletas. Portanto, a relação entre creatina e queda de cabelo ainda não está bem estabelecida na medicina.

Em conclusão, segundo os autores, o atual corpo de evidências não suporta a noção de que a suplementação de creatina aumenta a testosterona total, testosterona livre, DHT ou causa queda de cabelo/calvície.

Conclusão

Embora exista uma possível ligação indireta entre o consumo de creatina, o aumento dos níveis de testosterona e a queda de cabelo, não é a creatina ou a proteína em pó em si que causa a queda de cabelo.

Em vez disso, o determinante crucial é a predisposição genética do indivíduo à alopecia androgênica. Na ausência do gene da queda de cabelo, o aumento dos níveis de testosterona e DHT devido ao exercício e ao consumo de suplementos não resultará em queda de cabelo.

Pacientes que não sofrem com queda de cabelo e não têm predisposição genética para calvície não precisam se preocupar com o uso da creatina. Da mesma forma, pacientes com calvície em tratamento e acompanhamento médico, em princípio, também não têm contraindicações ao uso da creatina.

Esperamos que este artigo dissipe o mito em torno da creatina e da queda de cabelo e forneça uma compreensão clara dos fatores em jogo. Em última análise, o fator-chave na perda de cabelo é a genética, que permanece fora do nosso controle.

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas
1 Van der Merwe J, Brooks NE, Myburgh KH. Three weeks of creatine monohydrate supplementation affects dihydrotestosterone to testosterone ratio in college-aged rugby players. Clinical Journal of Sport Medicine. 2009 Sep 1;19(5):399-404.
2 Antonio J, Candow DG, Forbes SC, Gualano B, Jagim AR, Kreider RB, Rawson ES, Smith-Ryan AE, VanDusseldorp TA, Willoughby DS, Ziegenfuss TN. Common questions and misconceptions about creatine supplementation: what does the scientific evidence really show?. Journal of the International Society of Sports Nutrition. 2021 Feb 8;18(1):13.

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521.
Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM). Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês (SP).
Fellow em Tricologias, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).
Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA (Principles and Practice of Clinical Research).

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Dra. Juliana Toma

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521.
Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM). Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês (SP).
Fellow em Tricologias, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).
Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA (Principles and Practice of Clinical Research).

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

Anosognosia: tudo sobre o assunto

Anosognosia: o que é, sintomas e principais causas

Anosognosia é uma condição neurológica caracterizada por uma falta de consciência ou negação de uma doença ou deficiência, mais comumente observada em pacientes com danos cerebrais ou distúrbios neurológicos.  Esquecimentos são comuns,

Continue Lendo
categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail