27 Semanas São Quantos Meses?

27 semanas de gestação

Período

06 meses.

Sintomas

Ganho de peso, dores de cabeça, dores lombares, enjoos, dificuldade para respirar, aparecimento de varizes, constipação, hemorroidas, ganho de medidas e inchaço nos pés e tornozelos, dificuldade para respirar e constipação.

Tratamento

Atenção! A automedicação não é recomendada! Muitas doenças são agravadas e é possível ter graves complicações com essa prática. Consulte sempre um médico.

O tratamento de sintomas consiste no uso de paracetamol para as dores, uso de laxantes naturais como óleo mineral para constipação, pomadas para a hemorroida como  Proctyl® e manter uma rotina saudável, juntamente com uma alimentação adequada e saudável. A prática de atividades físicas deve ser leve e liberada exclusivamente pelo médico.

Necessita de apoio médico?

Sim.


27 semanas – quantos meses?

Quando falamos em gestação falamos sobre mudanças diárias e muitas expectativas. Gestar um bebê significa investir em autocuidado e ser prudente em todas as escolhas, uma vida está sendo gerada no interior de um ser humano cheio de complexidades e necessidades. O acompanhamento gestacional tem caráter preventivo e corretivo para a gestante e para o bebê.

Quando a paciente está com vinte e sete semanas de gestação, isso significa que ela está com seis meses de gestação e está exatamente no final do segundo trimestre, prestes a entrar no sétimo mês e terceiro – e último – trimestre. É uma fase de muita ansiedade e expectativa.

27 semanas são quantos meses?

Ganho de Peso com 27 semanas

Clinicamente, nesta etapa da gravidez algumas mulheres relatam ter ganhado entre 7 e 12 quilos, mas isso é individual e varia de acordo com diversos fatores – como alimentação, prática de exercícios, inchaços, dentre outros. O médico sempre deve ser consultado para que as condutas devidas sejam tomadas. Tanto na alimentação, quanto na suplementação, prevenção de doenças, prática de exercícios e acompanhamento periódico do desenvolvimento do bebê.

O acompanhamento deve ser feito com uma equipe multiprofissional clínica, a fim de que possa auxiliar as futuras mamães em sua qualidade de vida e também possam servir como um preparo para o parto, a gravidez gera muitos medos, afinal, a vida dos pais terá uma grande mudança.

Caso o ginecologista obstetra libere a grávida para praticar atividades físicas, o exercício físico auxilia no aumento do fluxo sanguíneo, na força e na flexibilidade, mas no início do terceiro e último trimestre as atividades já estão mais limitadas por ocasião do volume abdominal, então antes de fazer qualquer coisa, fale com o seu médico e veja se o seu corpo e a sua saúde permitem que você faça esse tipo de atividade.

Uma curiosidade – como estão os bebês com 27 semanas?

Uma curiosidade é que com vinte e sete semanas o bebê começa a se mexer com uma maior intensidade e entre vinte e seis semanas e vinte e outro semanas é esperado que o bebê abra os olhos pela primeira vez dentro do útero da mãe.

O bebê começa a se preparar para a vida fora do útero. O cérebro do bebê está bastante ativo e os neurônios e as sinapses estão em formação para o desenvolvimento neurológico do bebê. Alguns estudos demonstram que a audição do bebê está se desenvolvendo e alguns bebês já respondem com movimentos ao som da voz dos seus progenitores. Alguns bebês também começam a ter “soluços” que podem acontecer a qualquer momento nesta fase da gestação.

Com vinte e sete semanas os pulmões também estão amadurecendo e estão se preparando para a respiração do recém nascido, os alvéolos pulmonares – que são como sacos de ar – estão se expandindo e diminuindo para que o bebê consiga respirar ao nascer.

aparelhos hospitalares

Sintomas no último trimestre da gravidez

Quando a paciente entra no último trimestre, o corpo começa a responder com diversas mudanças para a chegada do bebê. Os sintomas mais comuns relatados pelas pacientes são: dores lombares, enjoos, dificuldade para respirar, aparecimento de varizes, constipação, hemorroidas, ganho de peso e inchaço nos pés e tornozelos.

Mas atenção! O médico deve sempre ser consultado se houver qualquer desconforto. Cada mulher possui sua própria experiência e nem sempre o que acontece para uma pessoa é aplicável à outra. Devemos ter atenção aos sinais que o nosso corpo nos dá.

Muito Importante!

Nesta fase é muito importante que os níveis de glicose da paciente sejam testados a fim de que se analise se há algum aumento que indique o desenvolvimento de diabetes gestacional. Quando a paciente desenvolve diabetes gestacional, é muito importante continuar o acompanhamento após o parto, pois muitas mulheres desenvolvem diabetes tipo II após a diabetes gestacional.


27 semanas – desenvolvimento do bebê e hábitos saudáveis

Nesta fase da gestação os bebês ainda estão se desenvolvendo, então é muito importante que a gestante continue adotando hábitos saudáveis, como manter uma rotina sem esforços excessivos, manter uma alimentação balanceada e rica em cálcio e em ferro e tomar os medicamentos prescritos pelo médico durante o pré natal.

O ferro é muito importante para que o corpo produza hemoglobinas, então alguns médicos optam por fazer uma suplementação com sulfato ferroso para as gestantes e, caso o medicamento não seja prescrito por razões clínicas, frequentemente os nutricionistas indicam a ingestão de carne vermelha, ovos, verduras escuras e legumes, mas isso deve ser avaliado pelo profissional médico, pois nem sempre a dieta da gestante permite a absorção de ferro em quantidades suficientes.

Caso o bebê nasça com vinte e sete semanas, ele é considerado prematuro e certamente precisará de muitos cuidados na Unidade de Terapia Intensiva da maternidade, pois neste momento ele ainda não está desenvolvido por completo e precisará de ajuda para respirar e se nutrir até que tenha alcançado sua maturidade viável e não precise mais de ajuda de aparelhos hospitalares.


Peso do bebê vom 27 semanas

Com vinte e sete semanas a média de peso dos bebês gira em torno de oitocentos gramas até um quilo e duzentos gramas, mas este também é um valor variável.

Dra. Celia Yunes Portiolli

CRM-SP 27971 / RQE 5148 – 19469 Médica Pediatra e Especialista em Acupuntura Área de Atuação em Dor pela AMB (Associação Médica Brasileira), Coordenadora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa Médica colaboradora do Ambulatório de Acupuntura do Centro de Dor da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Compartilhe Esse Conteúdo
Facebook
Twitter
LinkedIn
Dra. Celia Yunes Portiolli

Dra. Celia Yunes Portiolli

CRM-SP 27971 / RQE 5148 – 19469 Médica Pediatra e Especialista em Acupuntura Área de Atuação em Dor pela AMB (Associação Médica Brasileira), Coordenadora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa Médica colaboradora do Ambulatório de Acupuntura do Centro de Dor da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Últimos Posts

newsletter

Receba Novidades Por E-mail

Deixe um Comentário

Postagens Relacionadas

Como evitar queloides

Como evitar queloides?

Queloides são crescimentos dérmicos benignos que surgem através da cicatrização anormal de feridas em resposta a traumas ou inflamações anteriores da pele.  O desenvolvimento de

Continue Lendo
Pupila Dilatada

O que é Pupila Dilatada? Entenda!

A pupila, uma estrutura de grande importância em nosso sistema visual, apresenta complexidade em sua constituição. Seu tamanho varia em resposta a três categorias distintas

Continue Lendo
categorias

Pesquise por Categoria

Urologia

Sintomas

Reumatologia

Radiologia

Psiquiatria

Psicologia

Pediatria

Otorrinolarigonlogia

Ortopedia

Oncologia

Oftalmologia

Nutrição

Notícias

Neurologia

Neurocirurgia

Nefrologia

Medicina Esportiva

Mastologia

Infectologia

Ginecologia e Obstetrícia

Gerontologia

Geriatria

Gastroenterologia

Fisioterapia

Fisiatria

Farmácia

Endocrinologia

Educação Física

Dor

Doenças

Dermatologia

Curiosidades

Clínica Médica

Cirurgia Vascular

Cirurgia Plástica

Canabidiol

Biomedicina

Artigos

Alergia

Acupuntura

newsletter

Receba Novidades Por E-mail